Muita neve em Brandnertal

A região de Brandnertal, no extremo oeste da Áustria, tem típicas vilas alpinas, grande variedade de esportes de inverno e paisagens deslumbrantes.

Texto: & Fotos: Ricardo Feres

É difícil conhecer algum brasileiro que já tenha visitado essa parte da Áustria, no estado de Vorarlberg, próxima da divisa com a Suíça e Liechtenstein. Aliás, mesmo os europeus só há pouco tempo têm descoberto Brandnertal, que felizmente está conseguindo desenvolver seu turismo sem mudar a cultura local.

O charme Alpino

Nas vilas de Brand e Bürseberg é possível encontrar acomodações com bons preços, restaurantes com comidas típicas e conhecer a cultura dos moradores dos Alpes, que se orgulham de manter suas tradições em vez de criar grandes hotéis e apostar no turismo em massa. Exceto pela manhã do último dia em que estive aqui, quando fez sol, no resto do tempo estava nevando muito, o que me impediu de fotografar as paisagens de montanha com sol e céu azul. De qualquer forma, sempre gosto de ver a neve caindo e as pistas estavam perfeitas para curti-las com esquis, trenós e outras diversas atividades. Infelizmente não tive tempo para testar o ski touring (randonée) ou o trenó puxado por cachorros, mas tive ótimos dias com as atividades abaixo.

Esqui alpino

A região de Brandnertal tem 64 km de pistas bem cuidadas, com altitudes entre 890 e 2000 metros. A maior parte delas está voltada pra leste, entre as vilas de Bürseberg e Brand. Os esquiadores estão bem servidos por 14 teleféricos e não tive que pegar fila em nenhum deles, um sonho para qualquer esquiador. Aliás, muitas vezes eu não tinha que dividir a pista com mais ninguém, o que é ótimo pra quem está querendo melhorar sua técnica sem se preocupar com outras pessoas pelo caminho. E por falar em aprender a esquiar, foi divertido ver as crianças tendo aulas nas pistas para iniciantes enquanto os pais curtiam despreocupadamente as outras pistas. Mas Brandnertal não é só esqui alpino …

Caminhada com raquetes de neve

Pra quem ainda não conhece, raquete de neve é o estranho nome em português para o snowshoe, um calçado que fica preso embaixo do tênis ou bota que você já tem. Isso faz com que a área de contato com a neve fique maior e a pessoa não afunde, fazendo com que seja possível andar mesmo em neve fofa. Explicações finalizadas, vamos ao que importa, a caminhada! Fui com o guia Max Sturm para Tschengla em outro dia de neve caindo. Não importa que o sol não apareceu, a paisagem estava linda com as árvores cobertas de neve e o silêncio quebrado apenas pelos nossos passos e pela água de alguns riachos que eventualmente sumiam embaixo da neve. O roteiro depende da sua capacidade física e do quanto quer andar, mas mesmo que você não seja um atleta, a paisagem é bonita desde o início, então não se preocupe se você é melhor levantando copos que pesos.

Trenó noturno

Descer a montanha em um trenó não é apenas para crianças. Ou melhor, é para crianças de todas as idades. Após um dia ótimo esquiando, resolvi fazer mais uma descida, mas dessa vez com um trenó e de noite, pra aumentar a diversão, já que como a pista não tem iluminação, só dava pra ver até onde a lanterna de cabeça alcançava. Mas não se preocupe, os guias são bem profissionais e nos deram instruções de como manejar o trenó. Para dizer a verdade, no começo eu achei que isso não iria dar certo, mas não é que logo eu estava descendo bem mais rápido do que imaginei? Enfim, a adrenalina é boa demais pra ir devagar!

Círculos de pedra e esqui cross-country

Construídos pelos Celtas e preservados desde a Idade da Pedra, os círculos de pedra foram usados por astrônomos para observar as estrelas, a lua e os planetas, além de servirem para rituais e como campos energéticos. Aliás, esse é o motivo pelo qual uma das pistas de esqui cross-country passa junto a um desses círculos, dando energia aos esportistas, de acordo com o guia Max.

Vilas tranqüilas

As vilas em Brandnertal recebem majoritariamente famílias, então não espere encontrar muita vida noturna por aqui. De qualquer forma, há alguns bares e uma vez por semana um DJ costuma tocar em um desses bares, dando uma animada no fim de tarde e início da noite dos moradores e turistas. O que eu mais gostei de estar em um lugar assim foi que é fácil se sentir bem recebido e ter experiências como as pessoas do local. E a comida foi excelente, recomendo muito que tenha um jantar no Frööd, um restaurante na montanha onde comi um delicioso hirschragout (ragu de cervo). Também posso recomendar o Fuchsbau, um charmoso restaurante com boa comida e preços.

Para mais informações, consulte o site da Brandnertal Tourismo

Um comentário sobre “Muita neve em Brandnertal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.